Blog, Formação, Palavra de Fundador, Testemunhos

Tenho boa razão para irar-me!

By

“Disse Deus a Jonas: “Achas que tens boas razões para irar-te por esta hera?” – “Sim”, respondeu ele, “tenho razão até para morrer de raiva”. Senhor replicou-lhe: “Tu sofres por causa desta planta, que não te custou trabalho e não fizeste crescer, que nasceu numa noite e na outra morreu. E eu não haveria de salvar esta grande cidade de Nínive, em que vivem cento e vinte mil seres humanos, que não sabem distinguir a mão direita da esquerda, e um grande número de animais?” (Jn 4,9-11).

Quantas vezes me comportei como Jonas. Inúmeras vezes me entristeci, me aborreci com a misericórdia de Deus. Por inveja, pura inveja daqueles que foram favorecidos pelo grande amor de nosso Deus. Inveja e uma grande porção ingratidão.

 

A origem da ira

Muitas vezes me esqueci de que o profeta não é um justiceiro sanguinário, propagador de destruição e morte em nome de uma justiça cega. Mas sim um arauto da misericórdia de Deus.

Nínive se converter foi primeiro fruto do amor de Deus por Jonas que pregou. E por sua pregação, uma torrente caudalosa de misericórdia invadiu o coração dos ninivitas, que rapidamente se converteram. Que ótimo tempo de resposta meus irmãos, que ótimo tempo de resposta dos ninivitas. Quem dera eu fosse assim, lento para a ira e rápido para a misericórdia.

A verdade é que a maioria das vezes, quase sempre, não tenho motivos para me irar. É quase sempre fruto de minha insegurança, cansaço, impaciência  e egoísmo. Muitas destas vezes, o descontrole raivoso é fruto de minha aversão e incompreensão à misericórdia de Deus.

A Hera cresceu, sem que Jonas tivesse feito nada. Nínive foi salva com o profeta pregando de maneira simples e objetiva, e podemos dizer de má vontade. Dá onde tirei isso? Da baleia. Em resumo, novamente, Jonas não tinha feito nada, nada além de sua obrigação. Até sua pregação foi fruto da misericórdia de Deus.

 

Então porque irar-se?

Se Deus faz tudo, porque me iro? Por que me entristeço? Por que o desanimo? Simples. Porque sou pecador. Quero tomar para mim aquilo que é mérito Dele. Usurpar sua glória. Vangloria é o nome do que busco várias vezes.

Mas, não quero mais ser assim! Quero ser livre. Desejo, quero e vou me despojar destas bagagens que nunca deveria ter pego. Me perdoe Jesus, olhe para mim como olhou para Nínive, não sei distinguir a minha mão direita da esquerda, e às vezes sou ignorante como os animais daquela cidade, salva-me!

Não quero mais sofrer por nenhuma planta. Por nenhum conforto. Por nenhum bem. Por nenhum afeto. Por nenhum serviço ou ministério. Por nenhuma paixão desordenada. Por nenhum sonho que não seja seu, ou para mim. Por nada e nem por ninguém. Somente por ti Jesus. Somente por amor ardente a ti. Dá-me desejo de Ti, Senhor.

Obrigado por me escolher, me eleger e não me tratar como mandam minhas faltas, e se quer como eu trato quem falta contra mim. Me dê sentimento de urgência para minha conversão, e para o anúncio de Teu Reino. Quero percorrer o espaço de três dias em um único dia, como Jonas, por amor a Ti e às almas! Dá-me desejo de Ti, Jesus, assim como tens desejo de mim. Dá-me paixão pelas almas, como és apaixonado pela minha.

Que minha ira possa ser combustível de minha própria conversão! Que a ira em mim só sirva para que eu seja firme comigo e misericordioso com meu irmão. Que ela me faça caminhar mais rápido, com mais foco, com mais resiliência. Que os meus pecados ainda não purificados sejam a boa razão da minha ira, e que por ela eles sejam eliminados, que por ela eu tome o céu com violência, que ela me a ajude a subjugar meus demônios interiores.

 

LEIA MAIS:

Pular de Paraquedas: imprudência ou fé?

O Testemunho Perfeito!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.