Idosos rezando e simbolizando a esperança
Blog, É Fogo

Reze pela esperança dos idosos. É urgente!

By

Hoje pela manhã, ao fazer minha caminhada rezando o santo terço, Deus me fazia ficar atenta a uma realidade, o olhar dos idosos que passavam por mim.

Na segunda dezena do terço, eu rezava pelos meus avós, que estão todos vivos, e pedia a Jesus para dar a eles de maneira especial uma contrição profunda e verdadeira.

Onde os idosos estão?

Se você é da Igreja, com certeza já encontrou em sua paróquia senhoras que ali servem dedicadamente. E que bom!

Jesus me fazia lembrar desses idosos que estão sempre dentro da Igreja. De fato, estão no lugar certo e para a idade deles, não há lugar melhor para eles passarem a maior parte do tempo.

Pouco antes do meu casamento, a maior parte do tempo, eu e o Gleydson passamos nos preparando para o dia da nossa união, nos preparando fisicamente e espiritualmente, para estarmos preparados o máximo possível para o encontro do noivo com a noiva.

Pela ordem natural, os idosos são aqueles que estão mais próximos da união da noiva com o noivo, e isso falo, deles com Jesus Cristo. Sendo assim, onde eles deveriam estar? Cada vez mais se preparando, e até mesmo ansiando pela essa união que cada vez está mais próxima. Não dá para fugir dela.

O olhar de desespero

Porém, o que vi hoje e constatei fazendo memória da maioria dos idosos que eu conheço, é que tendo a consciência que não dá para fugir da morte, em vez de os idosos terem um olhar de esperança, possuem um olhar de desespero.

Ao caminhar na avenida, eu olhava no fundo dos olhos de cada homem e mulher de idade que passavam ao meu lado, muitos olhares para baixo, alguns andam até encurvados (e não é apenas por conta da idade), olhares vazios, sem vida, sem sonhos, sem expectativas.

Meu Deus, que realidade triste! Meu coração doeu.

Contra a esperança

Um dos pecados contra a esperança é justamente o desespero. Pois, esse considera impossível a salvação e provem principalmente da luxúria e da acídia.

É exatamente por conta disso que o olhar de nossos idosos estão cheios de desespero. Primeiro, muitos deles nem consideram mais a salvação, nem pensam ou buscam isso.

Claro que podemos ainda ver homens e mulheres fiéis a Deus, mas acredite muitos estão dominados pelo demônio da acídia e luxúria.

Mas como dominados por esses demônios? Sendo que alguns nem possuem relação sexual mais, e outros trabalharam a vida toda, não tinham preguiça.

Esses pecados não se resumem apenas a isso, São Tomás de Aquino vai nos lembrar sobre as filhas desses demônios, sendo que da acídia são: malícia, rancor, desânimo, desesperança, frouxidão no cumprimento dos mandamentos, mente dispersa que vagueia por pensamentos proibidos.

E o da luxúria: cegueira de espírito, inconsideração, inconstância, precipitação, amor próprio, ódio a Deus, apego à vida presente, horror ou desespero do que vai acontecer.

Diante disso, quantos idosos você conhece que estão dominados por essas filhas?

Idosos dominados pelo demônio

Eu conheço muitos, infelizmente. Que se não estão praticando todas essas filhas, estão praticando em sua vida a maioria delas.

É por isso que seus olhares são de medo e desesperança.

Para comprovar isso, eu pesquisei o índice de suicídios de idosos, e pasmem O ÍNDICE DE SUÍCIDIO É MAIOR ENTRE IDOSOS.

“Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que no mundo, a cada 40 segundos, uma pessoa tira a própria vida. No Brasil, a cada 100 mil habitantes, 4,8 se suicidam. Já entre os idosos acima de 75 anos, esse índice passa para 15.”

Isso mostra que não é apenas um achismo meu em uma caminhada durante a manhã no bairro, os nossos idosos estão morrendo por falta de esperança.

O que fazer?

Não podemos esquecer dos nossos idosos, como se já tivesse no fim da vida, então deixa eles lá.

Esse olhar de desesperança também não está em nós quando olhamos para eles?

Ainda há vida, na verdade, a morte só será o primeiro degrau para uma vida muito mais abundante, a vida eterna.

Nessa semana, todos fomos impactados com a morte do pai do Ítalo Marsili. Claudio Marsili, foi brutalmente assassinado essa semana, mas de todos os relatos que vimos, apesar de sua morte abrupta e bruta, por que não sentimos desespero?

Porque vimos o testemunho e pudemos comprovar um homem que apesar de seus 64 anos estava cheio de vida e esperança. Em seu olhar tinha sonhos e projetos, a vida não era um simplesmente sobreviver até morrer.

Uma santa idosa

Diante disso tudo, olhe para esse olhar:

Santa Teresa de Calcutá, uma idosa com olhar de esperança.

Ao chegar em casa, me deparei com uma imagem de Santa Teresa de Calcutá, que ganhamos na quarta-feira e acabei deixando na sala.

Esse olhar comunicou tudo, a memória dessa mulher que deixou a sua vida ser consumida pelo Amor.

Podemos ver no semblante de Madre Teresa um semblante cansado, mas um semblante cheio de esperança, cheio de vida. De fato, ela não morreu por sua velhice, ela entrou para a vida.

Quantos dos nossos idosos entrarão para vida?

Não se esqueça, o demônio ataca a todos, independe da idade. E se ele tirar a esperança dos mais velhos, no fim de suas vidas, os levando cada vez mais pela dominação dos pecados, a chance de eles se perderem eternamente é maior.

Reze, reze, reze pela conversão de todos os idosos que você conhece, e leve VIDA para eles.

Com certeza, Santa Teresa veio parar aqui em casa para me lembrar disso, e a partir de hoje, não me esquecer de rezar pela salvação dos meus avós, dos idosos que eu conheço e olhar para eles com esperança. Eis a minha meta!

Leia mais: 

É preciso de rapidez para sair das trevas

A confiança se encontrou com a misericórdia

Se você deseja contribuir com as obras de evangelização de nossa comunidade, seja amigo de nossa obra.

Giovana Belini, escritora do texto, agraciada por Deus, apóstola, pregadora, feliz por viver sua vocação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.