Blog, Igreja, Somos Igreja

Os símbolos do batismo

By

O símbolo batismal mais importante e significativo é, sem dúvida, a água. Aprofundar este símbolo é penetrar no sentido e na espiritual idade do batismo.

Ora, o sentido da água aparece muito bem na oração feita sobre ela. Após recordar tudo quanto Deus fez através da água, a Igreja pede que o mesmo Deus continue a agir através desta água do Batismo. Pela ação do Espírito Santo e os méritos de Jesus Cristo, esta água será também princípio de morte para o mal e de nova vida em Cristo. Pelo Batismo o cristão se dispõe a mergulhar na Paixão e Morte de Cristo e assim participar de sua ressurreição.

Assim se compreende que não é a água em si que tem a força de purificar o pecado e dar nova vida, a vida divina, mas o Espírito Santo que age por ela. Portanto, tudo aquilo que dizemos da água atribuímos à ação do Espírito Santo na hora do Batismo. Na medida em que nos aprofundamos na compreensão do sentido da água no plano de nossa vida, teremos a possibilidade de perceber também o seu significado espiritual no Batismo.

O sinal da cruz

Após o diálogo introdutório em que os pais pedem o Batismo para a criança, o sacerdote os convida a traçarem o sinal da Cruz na fronte da criança. Este gesto é cheio de significado. Quer exprimir o primeiro encontro da criança com a fé em Jesus Cristo e a salvação por sua morte redentora. Jesus por sua morte é quem nos reconciliou com o Pai. É nele que somos inseridos na amizade da Santíssima Trindade.

Além disso, convidando os pais a realizarem este gesto, o Sacerdote está dizendo que a salvação de Deus vem à criança através da fé dos pais, pois eles, sobretudo pelo Sacramento do Matrimônio, são constituídos mediadores entre Deus e o filho, exercendo sua função sacerdotal.

A Unção com o óleo

Há dois ritos de unção no batismo. A primeira unção é antes do batismo, nas preces após a Liturgia da palavra. É a uncão com o óleo chamado dos catecúmenos. O Sacerdote unge o peito da criança com o óleo dos catecúmenos, dizendo: «O Cristo Salvador te dê sua força. Que ela penetre em tua vida como este óleo em teu peito». Este rito pode ser substituído por uma imposição das mãos sobre a cabeça de cada criança, após se dizerem as palavras: «O Cristo Salvador te dê sua força!» Trata-se, portanto, de uma invocação do Espírito Santo para a renúncia ao mal e para a profissão de fé. É o Espírito da força, da coragem do atleta, do combatente, daquele que desce ao banho.

Significado diverso tem a unção com o crisma após o Batismo. Qual o significado deste rito? O Batismo é tão rico em significado que, além da água, se procuram outros meios para exprimir seus efeitos. Assim, no Antigo Testamento eram ungidos os sacerdotes, os reis e os profetas.

E Cristo é o Ungido pelo Espírito Santo por excelência. A Unção quer, pois, significar que pelo Batismo nos tornamos participantes do poder messiânico de Cristo. Pelo Batismo nos tornamos, com Cristo, reis, sacerdotes e profetas.

A veste branca

Entre os gestos complementares do Batismo encontramos a entrega da veste branca. Gesto de profundo significado. Este gesto tem sua origem no Batismo dos adultos na Igreja primitiva. Ao chegarem à fonte, antes de descerem à água, as pessoas se despiam de suas vestes e eram ungidas. Após professarem sua fé e serem batizadas na piscina, saíam da água e eram revestidas de uma veste branca que levavam durante toda a oitava da Páscoa. Os cristãos com isso queriam exprimir uma vida nova. Que eles se despiam de seus pecados e paixões e se revestiam do homem novo em Cristo.

A vela acesa

Um dos gestos mais significativos do Batismo é a entrega da vela acesa. O Celebrante convida o pai a acender no círio pascal a vela da criança. Pelo Batismo somos iluminados; participamos da luz que é Cristo. Não mais andamos nas trevas, pois omos filhos de Deus. Tornamo-nos um com Cristo, luz que ilumina o caminho. A vela acesa pode significar também a nossa fé, pois enquanto esta permanecer acesa, não caminhamos nas trevas.

O rito do «Éfeta»

É um rito facultativo, após a entrega da vela acesa. «Efeta» é palavra aramaica que significa «abre-te». O Celebrante toca os ouvidos e a boca da criança, dizendo: «O Senhor Jesus, que fez os surdos ouvir e os mudos falar, te conceda que possas logo ouvir a sua palavra e professar a fé para louvor e glória de Deus Pai».

As palavras que o acompanham dão o significado do rito. Pelo Batismo Jesus continua a tocar o homem.Abre os seus ouvidos para que ouça a Palavra de Deus. Solta sua língua e abre-lhe a boca para que professe sua fé.

O sal

Uma nota sobre o uso do sal. Sem dúvida o sal constitui um símbolo muito forte na vida das famílias. O sal tem duas grandes finalidades: dá sabor aos alimentos e serve para conservar.

Traduzido para a vida cristã, como símbolo religioso, o sal significaria o seguinte: Pelo Batismo é dado aos cristãos degustarem e saborearem as realidades espirituais e divinas. E a nova vida divina suscitada pelo Batismo constitui o germe da imortalidade.

Referências bibliográficas:

Catecismo da Igreja Católica Apostólica Romana – http://www.vatican.va/archive/cathechism_po/index_new/p2s2cap1_1210-1419_po.html

RICA. São Paulo-SP, Paulinas 2003.

2ª edição Ritual Romano, sobre Celebração do Baptismo das Crianças.

Por: Padre Sidnei Fernandes Lima – Professor de Teologia da Pontífica Universidade Católica (professor do nosso fundador)

Leia mais:

O consagrado cuida

Por que Jesus ressuscita com as marcas em seu corpo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

This error message is only visible to WordPress admins

Error: API requests are being delayed for this account. New posts will not be retrieved.

There may be an issue with the Instagram Access Token that you are using. Your server might also be unable to connect to Instagram at this time.

Error: No posts found.

Make sure this account has posts available on instagram.com.