Discípula Livre, Formação, Somos Igreja

E se o Anjo Gabriel viesse te visitar hoje?

By

Você já parou para refletir e já se fez esta pergunta? E se o Anjo Gabriel viesse te Anunciar uma gestação hoje?

Alguns dias atrás, a nossa Igreja preparou o Evangelho sobre a Anunciação do Anjo a Nossa Senhora para nós. Meditando e rezando com essa liturgia, algumas dúvidas surgiam em minha mente.

Somos abertos a vida

Acompanho diversos casais que são abertos a vida, que fazem o MOB (Método de Ovulação Billings) e que realmente se propõem a viver um matrimônio casto e Santo. Gerando filhos e filhas para o Céu.

Mas a dúvida que me vinha era:

Entendo, que alguns casais são sim abertos a vida, mas porque em muitos casos, as mulheres quando descobrem a gestação que talvez não tenha sido planejada. A sua primeira impressão e sentimento é a rejeição?

Isso ecoou na minha mente!!!!

Já vi vários testemunhos de mulheres, bem casadas, com a vida estável, felizes, dizendo que sua primeira sensação ao descobrir a gravidez foi a rejeição. E, talvez, você também já tenha escutado isso ou até mesmo vivenciado.

Digo a você Mulher e até mesmo Homem casado, leia atentamente essa passagem (Lucas 1,26-38). E observe as atitudes e características de Maria naquele exato momento.

 

Exemplo de Maria

Ela era jovem, tinha seus 15 anos. Era noiva. Sua vida não estava estruturada a essa idade, morava com seus Pais, poderia até ser morta pois naquela época engravidar sem estar casada era motivo de apedrejamento. Mas algo chama atenção em Maria.

Não interessava a idade que ela possuía, o que fazia com que o Espírito Santo fosse extremamente apaixonado por Ela e que Deus a escolhesse era a sua SANTIDADE, que transbordava de sua vida, desde a sua infância, juventude. Santidade essa que perdura até os dias de hoje.

Assim que o Anjo foi anunciar que Ela seria a mãe de Nosso Senhor, o que mais me chama atenção é a confiança que ela tinha em se abandonar nos braços de Deus e viver esta promessa. Porque ela era tão, mais tão temente a Deus que não importava, status, emprego, casamento, opinião alheia, estrutura de vida, NADA disso se igualava a grandeza do Sonho e projeto do Pai para a vida dela.

 

Você casal! Ei, nada se compara com o contemplar o prêmio de sua vocação aqui na Terra, seus filhos. Se você diz estar aberto a vida, esteja com verdade. A primeira sensação que seus filhos precisam sentir de você não é a rejeição, é o amor imensurável de alguém que faz a vontade do Pai em seu estado de vida. Ame-o assim como Maria amou Jesus naquela anunciação.

Aliás, se você tem o sacramento do matrimônio o seu Sim já traz consigo 2 fins por excelência:

A União e a Procriação.

Sendo assim, você está dizendo que está aberto a vida junto com o seu (a) cônjuge.

Qualquer coisa diferente desses dois fins você estará ferindo a aliança assumida entre você, seu esposo (a) e Deus.

Se entendermos perfeitamente o que significa viver o matrimônio não nos frustraremos com uma, duas, três ou mais gestações. Pois, saberíamos que simplesmente estamos realizando e permitindo acontecer aquilo que assumimos no altar!

 

Que alegria gerar novos Cristos para este mundo, que alegria é gerar filhos e filhas e devolvê-los em plena santidade ao Senhor.

Minha Co-Fundadora dizia há alguns dias, sobre um comentário que seu filho fez quando ela chamava atenção dele: “Bem que meu amigo disse: FILHO É UM ERRO.”

Até quando as nossas crianças crescerão com esses pensamentos, de que eles não são desejados, são erros. Viver a vocação que Deus sonhou e desejou para você em plenitude não é um erro, colher os frutos da vocação neste terra, não é um erro.

 

É GRAÇA!!!! É DOM!!! É VOCAÇÃO!!

Maria deixou frutificar em seu próprio ventre, o fruto de Deus que é Jesus Cristo.

Se abra aos planos do Senhor para a sua vida, e deixe isso transbordar. Entenda, que independente da situação em que você vive hoje, ela não perdurará para sempre. Porque se Deus dá, o próprio filho dele, para você gestar, é porque ele sabe da sua capacidade imensa em devolvê-lo santo para Ele.

Quando eu sou a minha vocação, Eu sou apaixonado.” – Gislaine – Comunidade Oásis

Quem é, e vive a vocação em plenitude é apaixonado, e quem se lança nos braços do Senhor sem medo de saber por onde Ele te levará é mais apaixonado ainda. E saiba, Jesus se agrada!

Natália Maggio – Discípula e Formadora

 

Para as mamães:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.