Arte e Cultura, Eu Sou Cultura

Decolar para a Santidade

By

Fala meu povo, bora decolar para santidade?

Recentemente eu assisti uma entrevista do Rodolfo Abrandes e ele contou uma pequena história para explicar como que se deu a sua conversão, e a história foi a seguinte, “Imagina que você é um foguete muito grande apontado para o céu, mas sem combustível e você só sonha com aquele lugar e não ver forma alguma de sair, porque a lei da gravidade opera sobre você, de repente aparece Jesus e diz vem, esse vem significa tem combustível agora no seu foguete, o meu sim é ligar o motor para fazer esse foguete subir, ou seja, eu preciso usar toda a força para me livrar da lei da gravidade daquilo que me prendia onde eu estava”.

De fato, uma ótima ilustração para descrever a sua conversão, e essa história ficou inquieta por muitos dias no meu coração e então comecei a refletir e rezar com essa ilustração. E me deparei com as inúmeras vezes o Senhor nos concede essa graça esse “combustível” para o nosso foguete decolar, porém nós mudamos o plano original de Deus que nos fez apontado para o céu, modificando a sua direção para as pessoas, para os bens materiais, para o dinheiro etc.

Já parou para imaginar de que uma força desgovernada é a certeza de uma desgraça?!

Potencialidade, nosso anseio pela felicidade se dará através da santidade

Assim como um foguete nós temos uma potencialidade interior muito grande, quando o Senhor soprou sobre as nossas narinas o sopro da vida e nos criou a sua imagem e semelhança (Gn 1, 26-27) Ele nos concedeu um vigor e uma força interior para nos unirmos a Ele. Mas se formos continuar a leitura do livro de gêneses logo vamos ver que o pecado original entrou no mundo para adulterar o destino da vida do homem. Todo foguete tem o seu destino, então se o destino do foguete é lua logo o foguete precisa estar apontado em direção da lua.

Para onde a sua vida está apontada hoje? Será que é para uma vida de corrupção? uma vida imersa no sexo desregrado, na impureza, Será que é para a conquista das virtudes?

Eis o tempo propicio para fazermos uma exame de consciência completo e responder essas perguntas, trazendo para a ilustração do foguete, a quaresma é o tempo de manutenção do foguete, o tempo que você vai tirar os amaçados da lataria que os pecados veniais causaram em ti e trocar as peças que o pecado mortal quebrou.

Tudo isso porque você decidiu em direcionar essa potencialidade toda de querer ser feliz para as pessoas, para os bens e para o pecado.

Só seremos plenamente felizes quando soubermos usar dessa potencialidade toda e desse vigor interior para buscar a santidade, é apontando o nosso foguete para o céu que seremos santos, é vivendo o sursum corda (corações ao alto) diário que seremos santos, e lutando contra nossas contrariedades e pecados que seremos santos, e buscando conquistar e aperfeiçoar as virtudes que seremos santos, é mortificando nossas vontades e paixões que seremos santos, é servindo e amando os nossos irmãos que seremos santos.

Graça o combustível para a santidade 

“Basta-te a minha graça, pois é na fraqueza que a força manifesta todo o seu poder. Por conseguinte, como todo ânimo prefiro gloriar-me das minhas fraquezas, para que repouse em mim a força de Cristo. Por isto, me comprazo nas fraquezas, nos opróbrios, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias, por causa de Cristo. Pois quando sou fraco, então é que sou forte”. (2 Cor. 12, 9-10)

Vivemos em tempos que os cristãos esquecerem o sentido do sofrimento, ninguém quer ficar por baixo, ninguém quer sofrer, buscamos a todo o tempo uma vida ascendente e esquecemos que o caminho que Cristo trilhou nessa terra foi descendente e porque se somos seguidores d´Ele, insistimos em buscar um final diferente do da Cruz?

A graça é o combustível para o nosso foguete, um dia eu escutei uma definição muito boa sobre a graça que dizia que tudo aquilo que temos de bom em nós é graça de Deus e tudo aquilo que temos de ruim é mérito nosso.

“Chamado à bem-aventurança, mas ferido pelo pecado, o homem tem necessidade da salvação de Deus. O auxílio divino é-lhe dado em Cristo, pela lei que o dirige e na graça que o ampara”. (CIC – parágrafo 1949)

Não sei se você sabe mais para o foguete decolar e chegar até a lua precisa de MUITO combustível e em nossa busca para a santidade não é diferente, precisamos de muita graça de Deus.

Viver em estado de graça é viver uma amizade para com Deus, é aquele que corre do pecado mortal e luta constantemente para evitar o pecado venial.

Basta uma decisão para eu decolar para a santidade

Não nos vai faltar bondade de Deus, não nos vai faltar da sua graça, porém como minha mãe costuma dizer “Deus quer, mas você precisa fazer sua parte”, ou seja, Deus quer que nós sejamos santos, mas precisamos nos decidir por Cristo e para de brincar de pega-pega com o pecado.

O Foguete não consegue decolar se você não virar a chave, a chave aqui representa a sua decisão, e assim como a misericórdia do Senhor que se renova toda as manhãs a nossa decisão também, por isso precisamos buscar a fidelidade, ser fiel a Cristo é buscar viver uma constante decisão repedidas vezes.

 

O sacrifício oportuno nesse tempo

A morte que gera vida

acesse: cristolibertador.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.