Homem negro usa terno azul, camisa branca e gravata roxa. Ele fala ao telefone com uma expressão de desgosto. O close está entre seus lábios e o nó da gravata
Arte e Cultura, Blog, Eu Sou Cultura

Conversei com o Demônio por Telefone

By

Esses dias eu recebi uma ligação de telemarketing e percebi que na verdade conversei com o demônio. Aos profissionais da área, desculpa a comparação com o capeta, mas eu posso explicar! A ligação foi me oferecendo um clube de assinaturas relacionado à corridas. Eu corro eventualmente e é evidente que não preciso disso, então é claro que ao receber a proposta eu recusei imediatamente, né?

 

Na verdade, não… Eu conversei com o demônio.

Eu me deixei envolver naquela ligação e acabei gastando com algo que não preciso. Logo que desliguei o telefone, já fiquei angustiado, me sentindo culpado e percebi que não deveria ter comprado. Foi um sentimento muito parecido com quando eu peco e me dou conta dos meus pecados.

Meu primeiro pensamento foi “fiz merda”. Em seguida contei pro pessoal que trabalha comigo, fui merecidamente zoado é claro, mas aí me abri com Deus e pedi para Ele me mostrar o que poderia me ensinar com isso…

 

A técnica do demônio.

Naquele momento a primeira inspiração que eu recebi foi que o demônio fala comigo igual esse telemarketing fez: é rápido, não dá tempo de pensar, apresenta ótimos argumentos que escondem todas as desvantagens. Se eu apresento um contra-argumento, ele me dá uma nova condição, um novo descontinho…

Então quando vou ver, já pequei de novo, tudo que me foi prometido não veio, a culpa bate forte e lá vou eu me ajoelhar no confessionário mais uma vez. Mas aí eu percebi que apenas 2 coisas já são o suficiente para não cair no telemarketing do capeta, Deus me deu o antídoto:

 

1- Não deixar ele apresentar a proposta.

Eu só comprei a assinatura porque dei trela para ouvir a oferta na confiança plena de que eu seria capaz de dizer não. Inclusive, eu já tinha recebido essa ligação outras vezes e logo de cara disse não. Era só seguir na mesma linha.

No pecado é a mesma coisa, eu só cai porque conversei com o demônio. Se você confia muito em si mesmo e se deixa levar pelas situações achando que vai dar conta de dizer não só na “hora H”, eita que engano, vai dar ruim… Tem proposta que é melhor nem ouvirmos, situações que é melhor nem nos colocarmos, porque vamos cair.

A gente tem que parar de tentar debater com o demônio. Provavelmente vamos perder todas a vezes, ele é mais esperto do que eu e do que você. Em vários momentos eu tentei dizer não e desligar, mas aí vinha uma nova condição, uma “melhora” na proposta…

Nada que ele vai nos oferecer é bom. Então quando o telefone tocar, nem atende, taca ele longe e corre!

 

2- Ter regras (valores) muito bem estabelecidas.

Outro ponto é que se eu tivesse bem estabelecido uma regra pra mim mesmo de “não compro nada antes de pesquisar e avaliar” ou “não comprar no momento de emoção”, eu teria desligado o telefone, avaliado a minha real necessidade e não teria comprado.

Os valores e regras são extremamente importantes para nortear suas escolhas, é preciso estabelecê-los e ser fiel a eles. Por exemplo, na comunidade o nosso segundo valor é coerência. Se eu tivesse feito uma análise com base nos meus valores, perceberia que não é coerente eu assinar um clube de corridas que me dá descontos sendo que corro tão pouco.

Simples e óbvio. Mas isso não está tão gravado em mim quanto deveria e até que de fato eu me mova no sentido de interiorizar esse e os outros valores da comunidade, eu vou acabar caindo em bobagens.

 

Conversou com o demônio? Caiu? Levanta e anda!

A gente já caiu muito na vida, então já fica com essa dica aí: caiu? Aproveita para aprender e tentar não ir de novo. Já levanta, se reconcilia e anda. Não fica no chão não que lá não é o teu lugar. Vai por mim, já fiquei muito lá…

Por fim, fazendo bem essas duas coisas, já vamos dificultar muito a ação do demônio nas nossas vidas. E se começarmos a amarmos mais ao Senhor, a pedir a intercessão de Nossa Senhora e dos Santos de devoção. Vish, aí o barato fica louco pro capetão…

 

Que Deus te abençoe e te faça cada dia mais livre.

Tamo junto!

 

Leia também:

 

Assinatura: Danyel Cayetano, brother adotivo e discípulo de Jesus, crítico cultural renomado (por mim mesmo). Se for para bater uma bola, conversar, rezar, assistir algo, comer ou combinar alguns desses itens, pode me chamar que eu chego com os refri! #EuSouCultura

cristolibertador.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

This error message is only visible to WordPress admins

Error: API requests are being delayed for this account. New posts will not be retrieved.

There may be an issue with the Instagram access token that you are using. Your server might also be unable to connect to Instagram at this time.

Error: No posts found.

Make sure this account has posts available on instagram.com.

Click here to troubleshoot