Permaneça
Blog, Testemunhos

Permaneça! (Testemunho Fabiana Dias)

By

Permaneça!

Enquanto preparava uma pregação refletindo o Salmo 25, versículo 10 “Os caminhos do Senhor são amor e verdade para com os que guardarem a sua aliança e os seus preceitos”, onde o Rei Davi vivia um tempo muito difícil de provação, clamando por misericórdia por ele e pelo seu povo.

Rezar e pregar com este salmo me fez refletir sobre este tempo na qual estou vivendo, tanto na minha vida pessoal/familiar quanto comunitária.

Tudo isto me remete diretamente a passagem que estamos vivendo neste ano formativo que acabou de começar: Evangelho de São João capítulo 15 “A verdadeira videira” onde o Senhor fala sobre muitas coisas: Poda, Permanecer, Amizade, Discipulado, Amor, entre outros … Um texto riquíssimo, profundo e difícil de se viver…

E aqui vai um pouco do meu testemunho e o frutos deste tempo em minha vida:

Confesso que foram dias bem difíceis, bem mesmo e faço questão de não mascarar meu sofrimento, afinal sou de carne e osso e tenho sentimentos, e mesmo sabendo que o seguimento de Jesus nos leva a caminhar pelo calvário, quem aqui gosta de sofrer?

 

No fundo, no fundo, somos frágeis e medrosos.

 

Chorei muitas e muitas vezes, tive noites mal dormidas e muitas tormentas, fui rejeitada, caluniada, julgada e despejada. A poda veio com força em minha vida…

Achei que teria o controle de todas as coisas e que daria um jeito de resolver tudo, sem ser vista, sem incomodar as pessoas, sem pedir ajuda de ninguém. Cheguei ao ponto de querer desistir, por não suportar a dor que estava sentindo.

Aceitei fazer esta pregação por obediência ao meu fundador e foi o ponto de ignição para voltar a olhar para o CRISTO que me pede através da sua palavra: PERMANEÇA!

As podas que estou vivendo e que talvez você esteja vivendo também acontecem para nosso crescimento e amadurecimento na fé. O Senhor nos promete na passagem deste ano formativo, que se permanecermos na videira verdadeira que é o próprio Cristo daremos muito mais frutos e que não seremos apenas servos que não sabem o que o seu senhor faz, mas, sim, amigos, pois tudo Ele nos deu a conhecer e o que pedimos em seu nome nos será dado.

Estas promessas não podem se perder quando damos verdadeiro sentido para o sofrimento e entendemos quem somos e quem nos chamou, como finaliza este capítulo: “Não fostes vós que me escolhestes, mas, fui eu que vos escolhi e vos designei para irdes e produzirdes frutos”.

As tribulações, podas e dores em nossas vidas devem nos levar ao fim último: A salvação de nossas almas. Nem que para isto percamos tudo: pais, filhos, cônjuge, bens, saúde, emprego, cargos…

As podas fazem com que sejamos livres, assim como aconteceu com Jó, Deus sabia que ele seria fiel até o fim, Deus conhecia a retidão do seu coração e permitiu com que ele perdesse tudo e PERMANECESSE apenas com o essencial.

Como isto foi possível?

Vontade, desejo, sacrifício e AMOR pela Cruz de Cristo, pois só nela é que encontraremos forças para que mesmo caídos seguremos firmes na videira verdadeira, na certeza de que não estamos sozinhos nesta caminhada.

E se em algum momento você teve dúvidas da veracidade deste carisma diante da dos últimos acontecimentos, renuncie isto em nome de Jesus e PERMANEÇA, somos o povo escolhido e sairemos mais fortes desta tribulação assim como aconteceu com todos os discípulos e apóstolos e daremos muitos e muitos frutos para a humanidade sedente de Amor.

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!
Sejamos santos!

 

Fabiana Dias – Apóstola e formadora CACL

 

Leia também:

Carta aberta à Comunidade Cristo Libertador

Tudo é Dele, e nada O para esperando minha resposta!

 

cristolibertador.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.