Os covardes estão longe da realidade
Blog, Somos Igreja

Os covardes estão longe da realidade

By

A palavra de Deus já nos traz uma Palavra de ordem, como quem diz: “Não seja covarde”

“Pois Deus não nos deu espírito de covardia, mas de poder, de amor e de equilíbrio. (2Tm 1, 7)”

Se buscarmos no dicionário o significado da palavra “Coragem”, encontraremos:

Covarde: que não apresenta coragem; que se caracteriza pela ausência de arrojo, de bravura, de valentia.

Em outras palavras, é um sujeito que é dominado pelo medo, que não enfrenta, que não arrisca, escravo da imaginação 

Outros dirão: “Eu não tenho medo de nada, sou corajoso!” E aqui também está um erro, aqueles que não tem medo de nada também são escravos da imaginação. Vamos explicar…

O medo real

O medo existe, ele é real, porém o medo deve nos colocar em alerta e não te transformar em um ser inerte, desesperado. Essa é a grande diferença do sentir medo e ser dominado pelo medo. 

Sentir medo já não te faz imediatamente covarde, o que te faz assim é ser DOMINADO pelo medo. 

O professor Olavo de Carvalho fala: “o medo deve ser proporcional à situação, proporcional à ameaça, e quando a ameaça não vem da realidade e sim do imaginário, então não há limite para o medo de que você pode ter… E é assim que se mantém as pessoas sob domínio…” 

Ou seja, a falta de realidade imposta sob o seu medo, te transforma em escravo. É necessário analisar a proporção da ameaça e situação, o contexto que se encontra. Esse medo precisa ser real, ou melhor, precisa ter um objeto real!

Quando falamos de covardia, medo, fantasia, logo também olhamos para o antônimo dessas coisas: coragem, fortaleza e realidade.

O antagônico, a realidade

A realidade é que somos desnutridos de informações, de conhecimento, de linguagem e tudo isso nos leva ao um caminho imaginativo, pois se eu não enxergo o fato ou não compreendo, eu deduzo, e a dedução se caracteriza da realidade.

Quando a realidade nos confronta, é nesse momento que temos a oportunidade de sermos mais fortes e corajosos

 

“A esperança tem duas filhas lindas, a indignação e a coragem; a indignação nos ensina a não aceitar as coisas como estão; a coragem, a mudá-las”. – Santo Agostinho

Um homem indignado, é um homem que olha para a realidade.

 

Todo homem é pastor

Nós homens, somos chamados frequentemente a exercer com vigor as virtudes da fortaleza e da coragem, pois temos um chamado específico do pastoreio. 

Seja você sacerdote, religioso, esposo, pai, formador, fundador, todos nós pastoreamos alguém.
Logo, se temos ovelhas sob nossos cuidados, também virá os lobos. Ou seja, se você for um fracote, que prefira ficar no “mundo imaginário do bob”, suas ovelhas serão devoradas e a culpa será totalmente sua.

 

Lembre-se de uma coisa

Nos fins dos tempos, quando Deus começar o julgamento final, haverá uma procissão para o inferno, e quem encabeçará a fila, serão os covardes, junto com outros que foram infiéis. E não sou eu quem digo, e sim, São João, no livro de Apocalipse 21, 8.

“Quanto aos covardes, porém, e aos infiéis, aos corruptos, aos assassinos, aos impudicos, aos magos, aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua porção se encontra no largo ardente de fogo e enxofre, que é a segunda morte.”

 

Criai ânimo

Com isso, tomemos coragem, ainda a tempo de conversão, ainda há tempo em ser a criatura que Deus te projetou a ser, não espere!  Seja forte hoje, seja agora! 

“Ânimo, pois! Coragem! filho meu. Luta com fortaleza e terás o prêmio reservado às almas fortes”. – São Pio de Pietrelcina

Não tenha medo de ser cristão, não tenha medo de iniciar projetos, de começar um relacionamento, de se abrir a uma amizade, de ter filhos, não tenha medo da vida, estude, adquira conhecimento, seja virtuoso, seja verdadeiro, para que quando precisar defender suas ovelhas, que seja com coragem, arrojo, bravura e valentia. 

Não seja covarde, seja livre!

LEIA MAIS: 

Ite ad Joseph (Ide a José)

Leia outros textos do nosso blog

 

Bruno Zarista – Membro de Aliança e Discípulo CACL 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.