Discípula Livre, Igreja, Testemunhos

A soberba me deixou doente

By

Há poucos dias atrás, eu comecei a tomar remédio para ansiedade e início de depressão, e como nada é por acaso, o Senhor disse através de muitas pessoas e também ao meu coração, a causa disso tudo.
Por muitas vezes, achamos que estamos indo muito bem, pois não estamos fazendo nada de errado e seguimos com nossa vida normalmente.
No entanto, quando descuidamos, o pecado começa a criar raíz e ganha profundidade no nosso coração e então fica muito mais difícil de combater.
Comigo foi exatamente assim, perguntava ao Senhor: “porque estou doente, sendo que o Senhor disse que o Teu Espírito Santo está sobre mim, e que eu teria forças para seguir o Seu chamado?”.

Aprender a pedir ajuda

A resposta é clara: “PEÇA AJUDA AOS SEUS IRMÃOS!”.
Ao mesmo tempo que parece ser tão simples, é muito difícil. Porque não somos ensinados a depender uns dos outros, precisamos a todo momento resolver nossos problemas sozinhos, pois isso, aos olhos do mundo, é sinal de fortaleza.
Só que isso é o oposto do significado da palavra comunidade!
Por muitas vezes, até em coisas pequenas, não peço ajuda com o pretexto de não querer atrapalhar a rotina do outro ou o que ele está fazendo naquele momento, e isso é pura soberba minha.

Adoecemos fisicamente

Com essa falta de humildade, as coisas que deveriam ser leves começam a ter um peso enorme, um peso maior do que podemos carregar.
O não pedir ajuda, nos causa dano espiritual e físico. Ficamos remoendo nossa própria dor, e com isso o cansaço e a ansiedade de resolver tudo ao mesmo tempo nos assola. E a tristeza se torna constante, porque percebemos que não conseguimos sozinhos. E isso se torna pecado, pois deixo de depender de Deus e daqueles que Ele colocou na minha vida.

Desejemos a humildade

Já dizia São Tiago: “A oração fervorosa do justo tem grande poder (Tiago 5, 16)”. Então peçamos dia e noite sem cessar, a graça de sermos curados de nossas misérias, para que nossas dores sejam transformadas em amor.
De imediato, não iria partilhar minha situação, mas quando abrimos a nossa verdade, o pecado fica mais fácil de ser combatido.

O carisma me impele a exposição, porque a omissão é uma forma de mentira, e eu sou chamada a ser sinal da Verdade do Cristo!

Como diz meu fundador: “A exposição é necessária, para nos reconciliar com o corpo comunitário”.
E assim crescermos na virtude da humildade, nos reconhecendo como nada diante do Sumo Bem.
Aprendamos de uma vez que precisamos da ajuda dos nossos irmãos para alcançarmos a santidade, e por fim, o céu!

“Levanta-te, toma teu leito e anda!” (João 5, 8)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.