Blog, Igreja, Somos Igreja

A posição da ovelha e do pastor

By

A ovelha

Ao meditar na semana passada o texto da ovelha desgarrada do Evangelho segundo São Mateus, ressaltou aos meus olhos o início do versículo 13:  “Se consegue achá-la, em verdade vos digo, terá maior alegria com ela do que com as noventa e nove que não se extraviaram” (Mt 18, 13).

Padre Paulo Ricardo em seu vídeo “A natureza da meditação” (clique aqui para assistir) nos ensina  que toda meditação bem feita, de um texto bíblico conhecido, nos leva ao conhecimento da verdade. E não é que é verdade…rs.

Este simples trecho “Se consegue achá-la” revelou ao meu coração e desmistificou a verdadeira posição do Bom Pastor e a verdadeira posição da ovelha.

A vontade do pastor, e a vontade da ovelha.

Fica muito claro que há uma necessidade muito maior da ovelha perdida a ser encontrada do que de o Bom Pastor sair para encontrá-la.

Como bem sabemos o pecado nos afasta de Deus e, se sendo, mortal, corta até mesmo a nossa amizade, ficamos “sem graça”; que não é engraçado, que não tem sabor, que não tem encanto, fica sem jeito, mais do que isso,  ficamos sem a  graça santificante que é um dom divino, que nos faz filhos de Deus e herdeiros da glória.

Sem a graça santificante o Bom Pastor não consegue reconhecer sua ovelha, impedindo-o de alcançá-la, de a achá-la.

A ovelha é livre

Nosso Senhor Jesus Cristo não dá a certeza de que o Bom Pastor irá encontrar sua ovelha e voltar com ela, pois muito mais que Sua vontade, está a liberdade de escolha de Sua ovelha. Somos livres para se abrir ou se fechar ao pastoreio do Bom Pastor.

O Senhor em nenhum momento fere esta liberdade, por mais que isso lhe cause dor, sofrimento, solidão, não é nenhuma novidade, somente uma atualização. Na cruz, Ele que é o cordeiro e também se faz Pastor, entrega sua vida a cada um de nós para nos salvar.

A sua condição e disposição de Bom Pastor é constante, permanente, Ele sempre está ali. Ele aguarda que sua ovelha se arrependa, se reconheça, se humilhe e clame pela compaixão.

Quando Ele deixa as 99?

Quando a ovelha perdida se encontra em uma disposição e condição de arrependimento, neste movimento ela está escolhendo se reconciliar e restabelecer a sua condição de parte do rebanho e sua relação de intimidade com o seu Pastor.

Diante deste movimento, desta escolha da ovelha o Bom Pastor se direciona, deixa as 99 que estão a salvo no rebanho, para acolher, restaurar, devolver a graça a sua ovelha e direcioná-la alegremente de volta para o seu rebanho, restabelecendo a graça santificante, e por consequência a possibilidade de salvação.

 

Natalia Maggio – Apóstola e Formadora CACL

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

This error message is only visible to WordPress admins

Error: API requests are being delayed for this account. New posts will not be retrieved.

There may be an issue with the Instagram access token that you are using. Your server might also be unable to connect to Instagram at this time.

Error: No posts found.

Make sure this account has posts available on instagram.com.

Click here to troubleshoot