É Fogo

A importância do orientador espiritual

By

Quantas pessoas você conhece que após um tempo, às vezes longos anos, abandonaram a caminhada? Saíram da Igreja, saíram da comunidade, saíram do mistério.

Não necessariamente com essa saída se jogam a uma vida desregrada, mas escolhem se desvincular desses lugares.

Confesso que não consigo compreender isso, talvez por eu ser nova de caminhada ainda, estou a 5 anos caminhando sério e querendo ser Santa, mas é que eu não imagino essa possibilidade em minha vida.

Muitos já saíram

Nesses 5 anos já vi muitos saírem, da minha própria comunidade e de lugares que acompanho. Vi pregadores renomados largarem o ministério e trocar a igreja por baladas. Vi músicos que eram ministros de Deus largando tudo.

E como isso entristece meu coração. Em busca de uma “felicidade” muitos saem, mas toda felicidade que nós procuramos não está em sair à procura, está em permanecer na palavra, em Deus, no ministério.

Sem orientação não há permanência

Em meio a tudo isso comecei a perceber que a falta de orientação espiritual faz com que muitos abandonem o ministério.

Conversava com meu fundador sobre isso e ele me dizia que o demônio nos seduz e precisamos ficar ligeiros a tudo, porque muitos ficam cegos e nesse momento de cegueira não escutam mais ninguém.

De fato, isso acontece. Mas a importância da orientação é para evitar a cegueira, ela precisa vir antes e não depois.

Sabe por que?

Nós estamos imersos em nossas vidas, então muitas vezes não conseguimos perceber aonde o demônio está atuando e nos seduzindo, e acredite, ele vem com aparência ingênua.

Se seguirmos nossa caminhada sem orientação espiritual frequente, dificilmente conseguiremos discernir a atuação do demônio em nossa vida. E é aí que nos tornamos cegos e mesmo que outros falem, parecerá que nada do que é falado tem sentido para você.

E mais, você terá um sentimento que não é compreendido.

Autoridade Espiritual

O orientador tem autoridade espiritual sobre a nossa vida, ele tem um olhar de fora e uma conexão com Deus para nos guiar.

Ele não está envolvido em nossa realidade de vida, com nossos sentimentos e paixões, então pode discernir de maneira mais pura.

Quando ele te orientar a algo, isso é lei. Obedeça mesmo que não faça sentido no momento.

(É claro que vale lembrar que seu orientador precise ser uma pessoa que escute a Deus e que busque a santidade, para não dar ruim aqui).

O mesmo vale com os seus superiores, seu fundador, o padre, o bispo. Eles possuem essa mesma autoridade.

Não conseguimos permanecer só

Meu filho, não ache que você pode caminhar sozinho, pois esse ensinamento não é novo.

Pedro passou por isso também, depois que Jesus morreu, Pedro por um tempo ficou cego e voltou a sua vida de antes, foi ser pescador. E seu orientador, o próprio Cristo, vai atrás dele para lembrá-lo de sua missão, seu chamado, sua essência. (Você pode ler em Jo 21, 1-25)

Com Santa Faustina foi a mesma coisa, foi com ela inclusive que aprendi a importância de um orientador espiritual. Apesar de ter alcançado a santidade, Faustina quis desistir muitas vezes, quis sair da congregação, achava que não deveria mais pintar a imagem de Jesus Misericordioso e que não deveria dar andamento na promoção da misericórdia por todo o mundo.

Mas essa mulher tinha um relacionamento frequente, verdadeiro e assíduo com seu orientador, e ele foi quem disse muitas vezes para ela continuar e mostrou coisas que ela não enxergava.

“É uma grande graça de Deus ter um diretor espiritual. Sinto agora que eu não saberia caminhar sozinha na vida espiritual. Grandioso é o poder do sacerdote. Dou graças a Deus sem cessar, por ter-me dado um diretor espiritual!” (Diário de Santa Faustina, número 721).

Sem orientação não dá

Sem orientação Pedro não teria continuado sua missão de consolidar a fundação da Igreja.

Sem orientação Santa Faustina não teria promovido a misericórdia em toda sua vida e não teríamos essa graça maravilhosa.

Sem orientação, eu te digo, eu não estaria aqui.

Sem orientação eu nem caminharia para ser consagrada hoje e não seria a mulher que sou e busco ser.

E você? Você já tem um orientador espiritual sério e que te leve a ser mais santo?

Qual foi a última vez que você se orientou?

Você escuta seus superiores?

Se a resposta foi não para todos, cuidado, pode ser que o demônio esteja bem perto de te seduzir para que te afaste de Deus, ou até já seduziu.

O demônio não quer que você se oriente

O demônio não queria que Pedro continuasse, pois ele não queria a Igreja.

O demônio não queria que Faustina continuasse, porque ele não queria que recebêssemos as graças da misericórdia.

O demônio também não quer que você continue, pois, sua vida pode fazer coisas grandiosas como esses também fizeram. Sua vocação pode salvar muitos. Sua vocação te deixa perto de Deus e faz mais santo e ele não quer isso.

E por isso, ele não quer que você escute seus superiores, não quer que você vá na orientação com frequência.

O Senhor fala isso para mim e pra você hoje:

“Sede sensatos e vigilantes. O Diabo, vosso inimigo, anda ao redor como leão, rugindo e procurando a quem devorar.”

1 Pedro 5, 8

Aproveito a ocasião também para te falar que teremos nosso retiro vocacional em julho, você pode fazer sua inscrição por aqui: https://cristolibertador.com/horeb/

Leia mais texto sobre orientação: https://blog.cristolibertador.com/relacionar-se-com-pessoas-ricas-te-deixa-mais-rico/

Leia sobre a construção da vida espiritual no seu namoro: https://blog.cristolibertador.com/quando-foi-a-ultima-vez-que-voce-rezou-pelo-seu-namorado/

1 Comment

  1. Avatar
    Silvana

    Muito bom texto
    Gi acho que não importa o tempo que cada um está na igreja , o importante é o que vc falou permanecer , porque muitas vezes estamos mas mesmo assim não permanecemos.
    Já estou na igreja já fazem uns 18 anos , mas a cinco permaneço , e com certeza o orientador foi muito importante para essa permanecia , sempre me ajudando a enchergar o caminho a seguir, as decisões a tomar , muitos puxões de orelhas , mas que foram de grade valia para meu crescimento e minha busca pela santidade , sou muito grata a Deus pela vida do meu orientador Padre Bruno que sempre me acolheu e me direcionou cada vez mais a Deus , e a meu fundador Guilherme Maggio que por muitas vezes também também me orientou .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.