Guilherme Maggio de costas para a câmera e voltado para o povo dentro de uma Igreja num momento de oração e louvor. Sua mão esquerda está levantada. O povo à sua frente está em oração da mesma maneira, inclusive alguns com as mãos levantas.
Blog, Formação, Palavra de Fundador

Os fundadores são o modelo de um carisma

By

Olhando para a vida de alguns santos fundadores, e com bastante humildade e prudência, para a minha própria, consigo perceber uma máxima que escutei recentemente:

“Ser portador de um carisma é a experiência mais trágica, e a mais fantástica que um ser humano pode viver!” (Gislaine – Cofundadora da Comunidade Oasis – Caxias do Sul).

O carisma

Apenas para colocar todos no mesmo pé, carisma é uma graça sobrenatural que Deus coloca sobre um fundador, e sobre todo um povo, para que possam ser resposta providencial para e pela Igreja em um determinado tempo, e para uma necessidade específica.

Um carisma define O SER, e sendo o que este propõe a seus portadores, em especial a nós fundadores, podemos transbordar este carisma fazendo, agindo, servindo. A dinâmica nunca poderá ser invertida, pois isso configuraria a ausência de um carisma, ou uma distorção destrutiva para um carisma autêntico.

Ou seja…

Eu sou – logo – faço!

E não…

Eu faço – logo – sou.

Esta simples, e lógica fórmula exprime a base do discernimento para um carisma. Logo voltaremos nela.

Os santos fundadores

Retornando aos santos fundadores, percebemos claramente como os vossos carismas foram causa de seus melhores dias, mas também de seus piores dias. De fato, bem paradoxo. Apesar de ser a graça proveniente do Sumo Bem, ou seja do próprio Deus, através de seu Santo Espírito, este carisma quando acionado começa a reconfigurar tudo ao seu redor. E a primeira estrutura modificada, somos nós mesmos.

Madre Teresa saiu do conforto do claustro e do ensino a meninas de classe alta, para a pobreza e desordem extremas das ruas de Calcutá. Dom Bosco saiu do conforto de uma carreira clerical promissora para a criminalidade e o abandono das ruas de Turim. São Francisco da riqueza e segurança de sua família para a pobreza de Assis e insegurança daquele tempo.

Todavia, o que estes e outros santos fundadores viveram diante do Senhor, fora fantástico. Mudaram a história de muitas pessoas. Garantiram a salvação de muitas almas. E com certeza alegraram sobremaneira o coração de Deus.

Quanto mais perdiam suas autonomias, e as entregavam nas mãos de Cristo, mais passavam a viver uma liberdade indizível (frase também da Gislaine).

E na verdade todo este movimento paradoxal, nada mais foi, e nada mais é do que a configuração ao próprio carisma particular que portavam, ao próprio Cristo, de modo particular, e nunca antes realizado por ninguém. Já não era mais eles que viviam, mas Cristo que vivia neles. Não era mais eles que possuíam o carisma, mas o carisma que os possuía.

Aqui também não é diferente

Conosco, Cristo Libertador, não foi diferente.
Deixamos a tranquilidade paroquial para o caos dos presídios. Os sonhos de uma vida profissional promissora, para a realidade humilde da vida missionária. Um matrimônio tranquilo no padrão da sociedade atual, para a busca por constituir uma família consagrada. Aos olhos do mundo uma troca burra, do certo pelo incerto.

“Não entendo este povo, para de trabalhar para ficar dependendo dos outros, que loucura” (Dona X da minha paróquia).

É assim que o mundo pensa! É assim que o mundo deseja moldar a todos. Porém, um carisma particular deseja que seus portadores nadem contra a corrente. No nosso caso precisamos lutar diariamente para “Sermos sinais da Verdade e da Liberdade do Cristo, em todas as realidades de escravidão humana”.

Ser sinal é ser coerente com o que este carisma propõe, se assemelhando dia, após dia ao Cristo que é a Verdade absoluta. Com base nEle faremos escolhas livres e sustentaremo-nas decididamente, frente a qualquer situação de pecado que escraviza, e priva os filhos de Deus de viverem a realidade do Reino, já.

Voltando às fórmulas:

Sou – logo – existo;

Se eu e meus irmãos não assumíssemos o carisma que nos constitui, não existiríamos.

Falando em se… se liga no vídeo do nosso canal É Fogo, que fala exatamente disso.

E para fechar nosso assunto carismático, precisamos compreender de uma vez por todas que ou se nasce com este dom, ou não se nasce. Não dá para ficar trocando de carisma ao seu Bel prazer. Você é no máximo o escolhido, nunca o escolhedor. Tome cuidado. Porque pior do que não existir, é querer existir em uma mentira!

Vocacional 2019

Teremos nosso retiro vocacional em julho para nos aprofundar em tudo isso e te levar a uma profunda reflexão sobre a vontade de Deus para a sua vida.

Talvez aqui seja o seu lugar também, e como saber? Apenas conhecendo, rezando. É esse o objetivo desse retiro.

Local: Monte das Oliveiras, MG (Alpinópolis), será lá por conta que esse lugar marca a história de nossa comunidade e foi onde tudo começou. Sairemos de Pirituba, São Paulo, de ônibus até lá.

Dias: 05 a 09 de julho (é feriado)

Se desejar, faça sua inscrição aqui: https://cristolibertador.com/horeb/

 

 

Assinatura: Guilherme Maggio, filho de Deus, fundador. Casado com uma mulher linda, acredite! Pai de deus princesas lindas, acredite! Arquiteto e aprendiz de teólogo. Apaixonado por Jesus, Maria, Elias, DC e Marvel. #fogodeElias

 

As informações do retiro sobre uma foto de um homem andando em meio às montanhas, com as inscrições "Horeb - Lugar de Libertação"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.