Formação, Palavra de Fundador

Não precisamos de títulos! Precisamos de humilhações!

By

Quem nunca ouviu de seus pais que deveria ser o melhor naquilo que faz? Ou então, que deveríamos nos espelhar em grandes homens e mulheres, que foram vitoriosos e experimentaram a glória do reconhecimento e da satisfação de terem conseguido o título tão almejado. Não basta ser médico, tem que ser o melhor especialista de sua área. Não basta ser arquiteto, tem que ter obras premiadas pelo mundo. Não basta evangelizar com a vida, tem que ser o pregador renomado e procurado por todos, que viaja o mundo inteiro. Não basta ser santo como puder, tem que ser o santo mais piedoso, o mais carismático e venerado de todos!

Afaste-se de nós Satanás! Esses desejos e conselhos não vêm de Deus. São frutos de uma sociedade orgulhosa, invejosa, materialista e extremamente competitiva, que pensa explicitamente, que não basta SER, tem que SER O MELHOR! Sem falar no ter né?

A virtude humilde

Aqui em nossa comunidade estamos diariamente orando a Ladainha da Humildade, ao fim do texto vou deixar ela postada para todos que desejarem e, é óbvio que o estamos fazendo não para reforçar aquilo que somos, mas para frisar, para lutar até o sangue, por aquilo que Deus nos chama a ser. Ou seja, não somos humildes, estamos bem longe de sermos, e pelo que estamos aprendendo, jamais poderemos reconhecer que somos humildes, pois a virtude da humildade, quando auto reconhecida é sinal de mentira e ilusão, fruto de uma mente soberba e fantasiosa.

Falando da virtude da humildade, e ratificando o parágrafo anterior, veja o que o filósofo Fontes, em seu tratado sobre as pequenas virtudes, nos ensina:

“A humildade é uma virtude humilde, ela até duvida que seja uma virtude! Quem se gabasse da sua mostraria simplesmente que ela lhe falta. Isso, todavia não prova nada: não nos devemos gabar, nem nos orgulhar, de nenhuma virtude, e é isso que a humildade ensina. Ela torna as virtudes discretas, como que despercebidas de si mesmas, quase negadas” (FONTES, 1999, P.109).

Fora esta belíssima e humilde definição, a palavra humildade vem do latim “húmus”, que significa “terra”. Ou seja, em sua raiz etimológica já está clara a ação que ela sugere: abaixar- se, esvaziar-se, aniquilar-se. É necessário joelho no chão e boca no pó como dizem nossos irmãos protestantes.

A lógica dos santos

A lógica é bem simples, preste atenção. Jesus o filho de Deus, abriu mão de sua divindade, esvaziou-se em Sua encarnação, rebaixou-se vivendo uma vida de servidão e de entrega total, aniquilou-se quando se submeteu à cruz, e tudo isso foi, sem dúvida nenhuma, extremamente humilhante (Jo 1; Is 53).

Não sei se aí já caiu a ficha, que aqui em minha comunidade está caindo dia após dia. Sem humilhação não existe santificação. E sem santificação não dá para entrar no céu. Porque o lugar dos santos é o céu. Fazendo o caminho inverso, vamos recorrer à ajuda dos santos, afinal, que assunto eles não respondem? Isso se o caminho de Cristo já não tiver sido o suficiente para o nosso entendimento.

Diz aí Santa Faustina:

(121) Conselho do padre Dr. Sopócko

“Sem humildade não podemos agradar a Deus. Exercite-se no terceiro grau da humildade, isto é, não só não tente se explicar e justificar, quando a acusarem de alguma coisa, como alegre-se com a humilhação” (DSF – 270).

Diz aí São Paulo:

“Tende em vós o mesmo sentimento de Cristo Jesus: Ele, estando na forma de Deus não usou de seu direito de ser tratado como um deus, mas esvaziou-se, tomando a forma de escravo. Tornando-se semelhante aos homens e reconhecido em seu aspecto como um homem abaixou-se, tornando-se obediente até a morte, à morte sobre uma cruz” (Fl 2,5-8).

Diz aí São Pio de Pietrelcina:

“Porque humildade é verdade, e a verdade é que eu não sou nada, e todo o bem que está em mim é de Deus. E nós frequentemente deterioramos até mesmo o bem que Deus pôs em nós”.

Diz aí Santa Teresa D’Ávila:

“A humildade é a verdade. O verdadeiro humilde sempre duvida das próprias virtudes e considera mais seguras as que vê no próximo”.

Por fim, se ainda não ficou claro que títulos, na maioria das vezes, só servem para ensoberbecer a todos nós, e no máximo nos levam ao pódio temporário, reflita aí em sua própria vida qual o caminho que você tem trilhado até hoje? De esvaziamento para se assemelhar ao Cristo? Ou de ascensão para se tornar aquilo que a sociedade impõe como padrão de felicidade? A verdade é que todo mundo quer ser exaltado, e ninguém quer ser humilhado, porém somente os humilhados serão exaltados, e não se exaltarão a si mesmos, quem exalta e concede Sua glória é Deus. No nosso caso, cristãos, católicos, a glória é a cruz!

Testemunho breve

Para mim, o bom nunca foi competir, mas sim ganhar. Nunca fiz trapaças e nem manipulações para atingir objetivos e resultados, mas sempre amei competir para ganhar. Até hoje brinco com meus irmãos de comunidade sobre isso, às vezes até buscando irritá-los. Tenho consciência dos meus dons, mas estou aprendendo a duvidar deles, assim como de minhas virtudes, me preocupando única e exclusivamente em amar. Se der frutos, se houver vitórias, se eu tocar em alguma glória, será pela graça, porque no fim de tudo só vai sobrar o amor, e somente as almas humildes é que sabem amar e serem amadas.

Estou tentando. Está difícil. Mas prometo, daqui para frente, tentarei mais e com mais fervor me livrar da soberba, arrogância e prepotência. Mais uma coisa, segundo meu confessor, homem de Deus, se entristecer por não conseguir ser alguém que consegue se assemelhar a Cristo, é soberba! Afinal, jamais chegaremos perto da perfeição de nosso Senhor. Devemos lutar, porém na certeza de que sem A Graça, fruto de Sua misericórdia, estaremos perdidos e só nos restará o inferno.

Ladainha da Humildade

Senhor, tende piedade de nós.
Cristo, tende piedade nós.
Senhor, tende piedade de nós.
Jesus manso e humilde de coração: ouvi-nos.
Jesus manso e humilde de coração: atendei-nos.
Jesus manso e humilde de coração: fazei o nosso coração semelhante ao Vosso.

Do desejo de ser estimado, livrai-me, Jesus!
Do desejo de ser amado, livrai-me, Jesus!
Do desejo de ser procurado, livrai-me, Jesus!
Do desejo de ser louvado, livrai-me, Jesus!
Do desejo de ser honrado, livrai-me, Jesus!
Do desejo de ser preferido, livrai-me, Jesus!
Do desejo de ser consultado, livrai-me, Jesus!
Do desejo de ser aprovado, livrai-me, Jesus!
Do desejo de ser adulado, livrai-me, Jesus!

Do temor de ser humilhado, livrai-me, Jesus!
Do temor de ser desprezado, livrai-me, Jesus!
Do temor de ser rejeitado, livrai-me, Jesus!
Do temor de ser caluniado, livrai-me, Jesus!
Do temor de ser esquecido, livrai-me, Jesus!
Do temor de ser ridicularizado, livrai-me, Jesus!
Do temor de ser escarnecido, livrai-me, Jesus!
Do temor de ser injuriado, livrai-me, Jesus!

Que os outros sejam mais amados do que eu – Ó Jesus, concedei-me a graça de desejá-lo!
Que os outros sejam mais estimados do que eu – Ó Jesus, concedei-me a graça de desejá-lo!
Que os outros possam crescer na opinião do mundo e que eu possa diminuir – Ó Jesus, concedei-me a graça de desejá-lo!
Que aos outros seja concedida mais confiança no seu trabalho e que eu seja deixado de lado – Ó Jesus, concedei-me a graça de desejá-lo!
Que os outros sejam louvados e eu esquecido – Ó Jesus, concedei-me a graça de desejá-lo!
Que os outros possam ser preferidos a mim em tudo – Ó Jesus, concedei-me a graça de desejá-lo!
Que os outros possam ser mais santos do que eu, contanto que eu pelo menos me torne santo como puder – Ó Jesus, concedei-me a graça de desejá-lo!

Ó Maria, Mãe dos humildes, rogai por nós!
São José, protetor das almas humildes, rogai por nós!
São Miguel, que fostes o primeiro a lutar contra o orgulho e o primeiro a abatê-lo, rogai por nós!
Ó justos todos, santificados a partir do espírito de humildade, rogai por nós!

ORAÇÃO: Ó Deus, que, por meio do ensinamento e do exemplo do Vosso Filho Jesus, apresentastes a humildade como chave que abre os tesouros da graça (cf. Tg 4,6) e como início de todas as outras virtudes – caminho certo para o Céu – concedei-nos, por intercessão da Bem-Aventurada Virgem Maria, a mais humilde e mais santa de todas as criaturas, aceitar agradecendo todas as humilhações que a Vossa Divina Providência nos oferecer. Por N. S. J. C. que convosco vive e reina na unidade do Espírito Santo. Amém.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

This error message is only visible to WordPress admins

Error: API requests are being delayed for this account. New posts will not be retrieved.

There may be an issue with the Instagram access token that you are using. Your server might also be unable to connect to Instagram at this time.

Error: No posts found.

Make sure this account has posts available on instagram.com.

Click here to troubleshoot