Uma foto minha, sorrindo.
Testemunhos

O Pecado da Preguiça – Danyel Cayetano

By

Ei, você é livre? O que te aprisiona? Nesses tempos fui escolhido para representar o pecado da preguiça num teatro na Missão de Férias dentro das Fundações Casa que neste ano teve como nome e moção “Liberdade” e logo percebi que a liberdade chegaria primeiro a mim.

O Pecado da Preguiça

Pesquisei um pouquinho sobre esse pecado e Encontrei duas fontes bases para entender mais sobre esse pecado, o Católico Orante e o Catecismo da Igreja Católica:
“A pessoa que vive em estado de falta de capricho, de empenho, em negligência, desleixo, lentidão e moleza, de causa orgânica ou psíquica, que a leva à inatividade acentuada. Aversão ao trabalho, frequentemente associada ao ócio, vadiagem.” – Católico Orante.
“A acídia ou preguiça espiritual chega a recusar até a alegria que vem de Deus e a ter horror ao bem divino. O ódio a Deus vem do orgulho. Opõe-se ao amor de Deus, cuja bondade nega, e atreve-se a maldizê-lo como aquele que proíbe os pecados e inflige as penas.” – CIC 2094.
Foi instantâneo, nesse momento muita coisa na minha vida fez sentido. Todo o peso excessivo que eu sinto pra executar qualquer serviço, toda procrastinação, a falta de vontade/garra de viver e enfrentar a vida, a estagnação espiritual e profissional e mais um monte de coisa que estava no oculto e no disfarce veio à tona. Toda essa sujeira, a minha verdade.

O Incomodo em Damasco x Preguiça

Quando me deparei com tudo isso dentro de mim, vivi a experiência de Damasco. Mas diferentemente de São Paulo, não foi nessa hora que fiquei cego. Eu já estava cego há tanto tempo e só consegui voltar a enxergar nesse instante, quando dei abertura para as escamas caírem e a luz da verdade entrar em meus olhos.
Na hora fiquei muito incomodado em ser tão possuído por esse pecado como talvez nunca tenha ficado antes. Percebi o quanto minha vida está paralisada pelo peso da preguiça e o quanto esse pecado além de me ferir me impede de ser sinal da verdade e da liberdade do Cristo, já que estou tão preso nisso.

Luta Contra a Preguiça

Então lá dentro das duas unidades que eu fui, pude me humilhar e contar para aquelas meninas que eu tendo liberdade posso ser muito menos livre do que elas. Pude aqui fora me confessar e iniciar minha luta contra esse demônio da acídia que estava montado em cima de mim, me fazendo de jumentinho do capeta.
E eu que muitas vezes me apego tanto as coisas ruins e tenho uma de fraca que não me permite acreditar nas minhas vitórias, posso testemunhar a força da liberdade que já me alcançou através desse movimento. Por exemplo, no dia em que termino esse texto, eu venci a preguiça e levantei 05h50, eu venci a acídia e já fiz meu momento de oração. 
 
Agora tenho algumas batalhas para trilhar, lutar e vencer ao longo do dia e ao longo da vida, mais intensamente nos próximos meses. Mas é possível! Com a Graça de Deus a LIBERDADE é logo  ̶a̶l̶i̶  aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.