Formação, Palavra de Fundador

Missão é coisa de cristão?

By

Quem pode fazer missão? Missão é coisa de cristão?

Ser missionário é fazer o bem!

Todo cristão tem a função de ser missionário. É o mínimo perto da entrega total de Cristo por nós, não é mérito, não é recompensa, não é favor, vale a pena para nossa humanidade, faz parte da vocação, do sentido e objetivo de vida.

Missão é entender a voz de Deus e ser obediente, cumprindo com o que Ele pede.

Jesus veio “para evangelizar os pobres, proclamar a libertação aos presos, aos cegos a recuperação da vista, a restituição a liberdade aos oprimidos…” (Lc 4, 18).

Nós da Comunidade de Aliança Cristo Libertador temos a Missão Alabastro, o principal apostolado de nosso carisma. Resumidamente, nessa missão somos chamados a evangelizar, a proclamar a Boa Nova nas várias unidades da Fundação Casa (antiga FEBEM) e penitenciárias onde podemos adentrar.

Levamos por meio de nossas vidas a Palavra de Deus com louvor, partilhas, testemunhos do Amor de Deus Pai e a salvação por Jesus Cristo, gerado por Maria.

PRIVADA DA LIBERDADE

Muito mais do que palavras, cada vez que nos encontramos nessa realidade, sentimos do mais gostoso perfume de Deus para nós CACL. Inexplicável, mas vivemos o encontro com o Cristo.

Quando pensamos que estamos levando Jesus para dentro do sistema dos menores infratores e aos maiores, condenados à penas de privação da liberdade, estamos é encontrando-O.

Missão Alabastro – Chiquinha Gonzaga

A missão nos faz isso! Faz-nos sair de nós mesmos, de nosso comodismo e ir ao encontro do nosso irmão, do outro, do próximo. É fazer o bem! Ouso dizer, nos encontramos com nossa própria iniquidade, sendo também aprisionados nas próprias vanglórias.

Somos direcionados a viver as necessidades da sociedade, onde eu missionária sou essa sociedade, portanto, sou a primeira a precisar ser restituída.

Li uma história essa semana de um rei que tem como costume, na data de seu aniversário, pedir pra soltar um preso. Aqueles que o agente penitenciário decidir.

Neste último ano, decidiu fazer diferente: ele quis ir até o encontro dos presos e ao conversar com cada um, tomar sua decisão de quem soltar. Sua pergunta era a mesma para cada um: por que está aqui? Todos respondiam que foi por um ato injusto, que não tinham roubado, nem matado, cumpriam com as leis, mas o “vizinho” o levará a estar ali.

E apenas um disse: “Eu estou aqui porque não tive controle da minha raiva e assassinei um homem. Estou aqui porque mereço, eu sei, e devo pagar por isso”.

MISÉRIAS QUE CONSTRANGEM

Sabem o final da história? Pois é, o rei pediu para soltar o que assassinou um homem. Certo ou errado? As leis punem, a misericórdia de Deus liberta! Reconhecer nossos pecados, ainda que nos deixem com muita vergonha, é o caminho da salvação.

A salvação é difícil de ser aceita por nós, por ser gratuita sim, mas também porque é difícil reconhecermos nossos pecados, assumirmos de fato, renunciarmos e lutarmos para combater.

Preferimos fingir que somos santinhos, teatralizar a buscar pela santidade, justificar nossos erros com a atitude dos outros, apontar culpados, nos esconder de nós mesmos.

Quanta opressão, autoritarismo, manipulação, fingimento. Só seremos felizes verdadeiramente se aceitarmos a salvação, o Cristo, o Único que nos liberta com Sua verdade, por que Ele é a Verdade e não nós e nossas desculpas.

“Jesus não veio para chamar os justos, mas sim aos pecadores, ao arrependimento!” (Lc 5, 32).

O PECADO É VERGONHOSO MESMO

Talvez hoje suas práticas sejam justas. Amém, Glória a Deus!

Agora, então, é hora de dar mais um passo na fé, encarar o pecado que ainda te aprisiona, oprime, te faz refém de si, te impede de SER INTEIRAMENTE o que Deus te criou.

Se arrepender, chorar, estrebuchar, parar de se condenar, se punir e SER LIVRE, pois Cristo já foi condenado pelos nossos pecados!

Ou, então, continue você sendo o deus da sua própria vida e não reclame que ela não vai para frente, daquilo que não dá certo para você, que não cresce espiritualmente.

Sozinho não rola! Temos um Deus que nos ama infinitamente, que cuida tanto e já nos deu Seu Filho na máxima expressão do Amor: Jesus Cristo!

Que a misericórdia do Senhor nos alcance e nos permita seguir para a vida eterna, a contemplar a Sua face! Juntos até o Céu! Vamos?

Deus nos abençoe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.