Arte e Cultura, Discípula Livre

A beleza da Santidade

By

Falar sobre beleza nos tempos de hoje é um desafio! Ainda mais quando nossos desejos e vontades vão diretamente contra aquilo que o mundo tem pregado!

 

Existem diversos padrões de beleza, jeito de se vestir, estilos, cores adequadas para seu perfil, cabelos tingidos e cortes diferenciados. Tudo isso de uma certa forma é bom, colabora com a feminilidade e masculinidade, com a autoestima. Mas será que existe um padrão certo para nós?

 

A BELEZA DA SANTIDADE

Particularmente, quem me conhece sabe que sempre fui MUITO vaidosa, sempre gostei de maquiagens, alisar os cabelos, usar roupas bonitas, e claro cuidar de nós mesmas é muito bom. Porém tudo o que é em excesso dá ruim…

 

Nunca gostei de sair desarrumada e sempre dava um jeito de estar bonita por onde eu fosse. E claro: VAIDADE DAS VAIDADES, TUDO É VAIDADE!

Essa frase nunca fez tanto sentido em minha vida. Com a vaidade excessiva, percebia o quanto aquele pecado já estava enraizado em mim, e para cortar um mal é preciso encontrar sua raiz e foi isso que fiz!  Descobri que a vaidade me acompanhava desde os meus 8 anos de idade, ela crescia junto comigo. E como essa raiz era profunda! O quanto doeu não me aceitar e ir a fundo para cortar esta raiz de uma vez por todas.

 

ESCOLHAS QUE GERAM LIBERDADE

De fato, quando nos decidimos por Jesus. Não podemos permanecer os mesmos!

E hoje já posso dizer que em alguns aspectos não sou mais a mesma.

 

Logo quando saí da casa dos meus pais para ingressar na Comunidade de Vida, eu já sabia que aquele era um caminho de renúncia e que geraria muita liberdade em meu coração. E assim tem sido!

No começo me sentia muito incomodada porque sempre que via meus pais eles diziam que eu estava feia, que não estava me cuidando como antes, que o cabelo estava horrível e aquilo gerava um incômodo imenso em mim. Mas mal sabia que aquele era um grande sinal de Deus na minha vida!

Uma vez conversando com meu Fundador, ele discordou de tudo que disseram e me disse: “Te acho ainda mais bonita hoje! Quando você vivia com seus pais, você só gastava o tempo se arrumando, alimentando a vaidade e hoje, essa beleza é a interior que exala para fora!”

E me deu o exemplo dos Santos!

 

De fato, quando olhamos para vida dos Santos vemos o quão belo eles são. Mas não porque passavam tempo cuidando de si, se arrumando, maquiando, hidratando o cabelo. Na verdade, eles não faziam nada disso. Viviam em busca da Santidade, viviam uma vida de martírio, de entrega total.

 

UM VALOR MAIOR

Talvez você também já tenha percebido que viver a Santidade, não é algo fácil, e com isso envelhecemos rápido, não somos mais tão bonitos como éramos antes, porque os nossos valores são outros! E se gastar pelo Reino é gastar-se a si mesmo, as vontades, os desejos, os sonhos, a aparência para um dia estar  face a face com o eterno, com o Amado!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.