Formação, Palavra de Fundador

Os santos não são falantes!

By

A paz do Cristo Libertador, filhos deste carisma! Santos não são frouxos, como vimos na exortação desse mês de novembro! E ainda digo: santos não são falantes!

Advento de Deus

Estamos chegando ao advento, tempo propício para olharmos para dentro de nós mesmos e vasculharmos o nosso baú interno em busca de toda prepotência, arrogância, autossuficiência, julgamento, pré-conceito e tudo aquilo que nos afasta do propósito deste tempo.

LEIA A EXORTAÇÃO MENSAL

Ao nos depararmos com tais pertences, entulhando nossas entranhas, sujando nossas almas, devemos imediatamente iniciar a faxina, que como sabemos, é muito mais interna do que externa em nossas vidas!

Na verdade é um movimento de dentro para fora que culmina também no embelezamento externo, porém, sempre se iniciará no íntimo de nosso ser!

Santos não são falantes!

“Portanto, meus amados irmãos, todo o homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar. Porque a ira do homem não opera a justiça de Deus. Por isso, rejeitando toda a imundícia e superfluidade de malícia, recebei com mansidão a palavra em vós enxertada, a qual pode salvar as vossas almas. E sede cumpridores da palavra e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos” (Tiago 1,19-22).

Indo bem direto ao ponto, a maioria de nós cristãos é muito mais FALANTE do que OUVINTE, à grosso modo é isso. Fiquem tranquilos que sei que me encaixo nos que mais falam do que ouvem, a EXORTAÇÃO que escrevo e vos envio é antes para mim e logo na sequência a todos vós!

Temos o dom da palavra e isso é bom, porém, precisamos almejar o dom da ESCUTA e nos tornarmos MENOS ANSIOSOS no falar, seja pessoalmente, em grupo, nas mídias, no zap, NA VIDA EM GERAL!

O Senhor é claro em suas palavras a cada um de nós: precisamos retardar a FALA, em especial as DESNECESSÁRIAS, pois elas exprimem muitas vezes NOSSA IRA INJUSTA e nos colocam em situações gravíssimas de CONTRA-TESTEMUNHO, podendo ocasionar não apenas situações embaraçosas aos que falam, no caso cada um de NÓS, mas principalmente, matando a quem ouve e ESQUARTEJANDO DE QUEM SE FALA. Em resumo devemos guardar nossa língua dentro de nossas bocas, para que nossos ouvidos possam ouvir mais!

Mentes poluídas

Se olharmos com carinho para este trecho da carta de São Tiago, podemos crescer imensamente, porém, o caminho que aqui é demandado, é antes para cada um de nós uma afronta interna que devemos realizar. Um combate contra nós mesmos! “Porque a ira do homem não opera a justiça de Deus”.

A imundícia do mundo é rejeitada por muitos de nós, talvez ainda de maneira iniciante, mas temos demonstrado isso e com certeza o coração do Senhor se alegra, e muito! Porém, precisamos reprimir com veemência a “superfluidade de malícia”. Guilherme o que é isso? Simples, é a facilidade imensa com que a malícia permeia, invade, contamina nossos pensamentos e logo em seguida é externada através de nosso falar!

O primeiro passo, portanto, é o AUTOCONTROLE DE NOSSA FALA e, em seguida, a espreita e contrição de nossos pensamentos! Luta dificílima, pois os pensamentos parecem ter vida própria e serem incontroláveis, mas queridos não o são! Eles são frutos de nossa íntima vontade e de nossos maus hábitos! Quando leio pornografia, penso pornografia, se leio a bíblia, penso coisas de Deus, simples assim!

Óbvio que às vezes somos tentados por fatores externos e parece que os nossos pensamentos são controlados pelos demônios. ÉEEEE verdade! Entretanto, em Cristo podemos vencer esta batalha instantânea, através de uma mudança de postura interna, “recebei com mansidão a palavra em vós enxertada, a qual pode salvar as vossas almas”. Enchemo-nos de Deus, através de oração e leitura da sua palavra!

Exemplos práticos

Para ir mais fundo ao assunto, segue um bom exemplo: murmurações e reclamações a respeito de irmãos de fé, sejam quais forem.

Sabe quando julgamos irmãos artistas por aí? Ou criticamos pregadores e formadores? Sacerdotes? Bispos? O Papa? É duro admitir, mas nos comportamos assim muitas vezes. Somos muito mais ácidos do que misericordiosos. Esta é a verdade.

 Porém, em uma reflexão interna e em oração, percebi que tenho muito mais motivos para ADMIRÁ-LOS DO QUE PARA CRITICÁ-LOS. Entretanto, somos impelidos a criticar e eu vejo gente se fechando à ação da graça de Deus, o pior, pecando feio porque UM É ESTRELA, O OUTRO FALA DEMAIS, E BLA, BLÁ, BLÁ….

Isso acabou esta semana!

Precisamos falar menos e ouvir mais, como o Cristo, como Elias, como Paulo e como nossa mãe Maria. Somos imperfeitos, tanto ou mais que qualquer um por aí, e se queremos seguir este conselho: “sede cumpridores da palavra, e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos”, devemos imediatamente mudar, nos CONVERTER! SERMOS MISERICORDIOSOS COMO O PAI!

Já pensaram quantas vezes nós deveríamos ser retirados do altar, da igreja e de tantos lugares, por que pecamos e falamos demais, que fomos arrogantes e etc? Somos melhores que nossos frágeis irmãos? Estamos preocupados que no meio de nós temos irmãos AUTAMENTE INFLUENCIÁVEIS, que acabam se fechando por conta de uma palavra nossa lançada ao vento?

Queridos, nossas palavras após proferidas já não são mais controláveis e podem construir, porém, podem também destruir! Quero e vou viver esta passagem, queremos e nossa comunidade VAI VIVER ESTA PALAVRA!

Tem uma critica a fazer? Faça pessoalmente à pessoa, para que ela cresça. Não tem coragem? Guarde para si e ore por ela! Peço gentilmente que todos aqueles que têm vivido e agido desta forma, na próxima confissão peçam absolvição desta falta, e que possamos ser uma Igreja quase que MONÁSTICA, que no meio do caos do deserto urbano em que vivemos, possamos ouvir tudo e dar respostas com nossas VIDAS SILENCIOSAS e que só usemos NOSSAS PALAVRAS quando for extremamente necessário, SÓ AÍ ELAS TERÃO O PODER QUE PODERIAM TER SE NÃO FALASSEMOS TANTO!

Desabafo é fofoca

Mas Guilherme, eu não falo de ninguém, eu só ouço, as pessoas querem desabafar comigo! Isso não é desabafo, é FOFOCA, e eu desejo que nos corrijamos fraternalmente com veemência!

Se você não poderá falar com o objeto da reclamação, porque outro te pediu segredo, que tal aproveitar a oportunidade e pedir para que este irmão PARE DE OLHAR PARA UMBIGO DO OUTRO E OLHE PARA O SEU PRÓPRIO!

Será que só o outro É ESTRELA? Será que só o outro fala muito e não cumpre horário? Quem não tem teto de vidro que atire a primeira pedra! Corrija seu irmão antes que o MUNDO O CORRIJA. ISSO SERÁ BEM MAIS DOLOROSO.

Por fim, filtre seu olhar! Tenho dito em minhas pregações que às vezes acabamos com a possibilidade de termos santos em nossos círculos de amizades, em nossas paróquias, em nossa comunidade, não porque não haja ninguém que tenha índole ou capacidade para isso, mas sim porque nós não queremos ser devotos!

Como assim? Simples, só existem santos porque Deus acreditou neles e os capacitou, e PESSOAS COMO EU E VOCÊ duvidando destes santos irmãos, duvidamos de Deus. Quem escolhe o santo sou eu? Ou é nosso SANTO E AMADO DEUS? Existiram santos que nunca pecaram? Seja santo e creia na santidade alheia, só assim ela de fato existirá!

“Mas, assim como é Santo aquele que os chamou, sejam santos vocês também em tudo o que fizerem!” (1 Ped 1, 15).

FOGO DE ELIAS!

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.