Sede Fecundos - Pais e Filhos

O “problema” de namorar seu melhor amigo

By

O “problema” de namorar o seu melhor amigo é…

Aqui a intenção não é passar uma receita de como namorar o seu melhor amigo.

Primeiro Passo: Tenha um(a) amigo(a).
Segundo Passo: Se aproxime e crie intimidade com ele(a).
Terceiro Passo: Peça ele(a) em namoro

NÃO!

A intenção é partilhar o quão frutuoso é você encontrar um amigo que você ama e decidiu partilhar a vida com ele (a), independente dos seus erros.

Vamos ao que interessa!

Não existe namoro sem amizade, da mesma forma que não existe sem reciprocidade, sem entrega, sem doação, sem relação, sem afeto, sem perdão, sem lealdade…

Ou seja, se te falaram algum dia que o seu namorado (a) não precisa ser seu amigo, ou mesmo que ele não precisa saber das coisas que você faz de errado… “só manter em segredo que tá tudo certo”… provavelmente essa pessoa tem uma definição errada de namoro.

Será que é mesmo um erro estar com alguém que sabe muito sobre você? Que tem conhecimento das coisas mais obscuras que você fez no passado?

Escolheu permanecer?

Primeiro, se essa pessoa sabe muito sobre você, e mesmo assim ESCOLHE permanecer com você, namorar você e pensar em um futuro com você, é a prova de que realmente há amor, há confiança, há cumplicidade.

A real é que se os namoros de hoje nascessem de amizades sinceras e verdadeiras, haveriam mais relacionamentos santos e fecundos nesse mundo.

Outra questão é que se a pessoa não suporta a sua verdade, ela não vai suportar o relacionamento, ela não vai suportar os seus momentos mais chatos (e olha que de chatice o meu namorado entende muito bem rs), por fim, ela não vai lutar com você para que ambos sejam melhores.

Reciprocidade

A palavra que resume o que deve ser vivido na amizade dentro de um namoro é: RECIPROCIDADE.

É estar em um relacionamento onde você é compreendido e é capaz de compreender, é ouvido e é capaz de ouvir, onde um dá e outro recebe.

Vemos aqui que não estou dizendo que um relacionamento é pautado em “eu te dou e você me dá a mesma coisa”. Você simplesmente dá, sem saber o que vai receber, ou mesmo quando vai receber.

A reciprocidade consiste em retribuição, só que cada um retribui de um jeito, e em um ritmo.

Tenho a graça de namorar o meu melhor amigo, e hoje colho os frutos da nossa amizade, e da reciprocidade que conquistamos enquanto éramos somente amigos.

A partir da amizade

Uma amizade que nasceu sem intenções nenhuma de namoro, mas que foi conduzida pela Graça e Misericórdia de Deus, e hoje é um relacionamento que gera frutos um para outro, que é instrumento de cura nas nossas vidas.

Eu mesma já cheguei a falar que nunca namoraria com meu melhor amigo, mas se me perguntarem hoje se há “problemas” em namorar com alguém que sabe muito sobre mim, eu vou dizer com toda a certeza que só há ganhos com essa decisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.