Arte e Cultura, Eu Sou Cultura

Mosca na Sopa

By

Estava eu no trem e, sem motivo algum, (talvez tenha ouvido alguém escutando, não sei) lembrei e fui inspirado a refletir e falar sobre a música “Mosca na Sopa”, do Raul Seixas.

Talvez quem é mais “novão” nem conheça essa música, talvez nem saiba quem foi o “Maluco Beleza”, então, fica aqui o som pra você ficar por dentro da reflexão:

A música já começa no refrão: “Eu sou a mosca que pousou em sua sopa, eu sou a mosca que pintou pra lhe abusar.” E acho que isso nem precisa de muita explicação, você sabe de qual mosca eu quero falar né?

A Mosca perturba

A mosca em questão é aquela que perturba o sono, que abusa da dignidade humana, que causa doenças, tristeza e não leva pra outro lugar que não seja a morte: O diabo e o pecado.

Cara, e como uma mosca se parece com o pecado, é só ela tocar na comida e tudo fica nojento. E, se quando o pecado te toca não causa nojo, é porque você tá olhando pra mosca e fantasiando uma joaninha.

O diabo é chato, perturba, vem e vai, ronda nossa cabeça e zuni no ouvido, e a gente se conforma em comer sopa suja, se conforma com ficar caçando mosca com palmada e nunca conseguir matar, se conforma, se conforma, se conforma e deixa a mosca ficar e procriar.

Você atrai mosca?

Mas, porque a mosca vai procurar justo a sua sopa? Um dia desses, pela manhã saindo de casa, vi um cocô de cachorro na frente do meu portão, e adivinha? Ele estava cheio de moscas!

O que atrai a mosca é a merda.

Quanto mais você cagar em tudo e, principalmente, não se limpar, mais a sua vida estará cheia de mosca, e sua sopa será uma sopa de mosca. É isso mesmo que você quer comer pro resto da vida?

Dedetizando!

Quando a gente se dá conta da merda que a gente tá comendo achando que é sopa, podemos tomar uma atitude. Que tal dedetizar a casa? Mas, não seja besta, a mosca é esperta e vem falar no seu ouvido: “Não adianta vir me dedetizar, porque você mata uma e vem outra em meu lugar.”

E é o que parece acontecer. Quem peca muito pela gula, começa a vencer esse pecado e quando percebe tá pecando pelo orgulho. Ou, quem é preguiço, começa a se mover e passa a invejar quem já está no caminho.

Às vezes, a gente tem a sensação de que os pecados não vão acabar nunca, mas calma! O não se conformar e tentar todos os dias já é um ótimo caminho.

Mudando de marca

Um caminho melhor que esse é trocar a marca do inseticida. Qual a marca que você usa? A mais barata ou a marca top de mercado?

A sua marca é mais barata, acreditar em si para vencer a mosca é mais fácil, porém menos eficaz. Quer matar a mosca de verdade? Troque de marca e escolha a marca d’Ele, que é a cruz! Essa marca mata mosca, mosquito, dengue, barata, borrachudo…

Limpeza constante

Mas, se você já fez essa primeira dedetização, não espere a mosca vir pousar na sopa para passar o “veneno”. Mantenha sua casa limpa, recolha a merda que tá no quintal e torne o ambiente inóspito para moscas.

A mosca pode até tentar aparecer mas, se você não deixar as janelas abertas, ela bate e volta. E, se por acaso, ela conseguir entrar, mas você logo limpar o que sujou, ela vai embora e a vida segue.

Limpe sempre, aprenda a sujar menos e você comerá sua sopa, em paz.

Tamo junto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.