É Fogo, Youtubers

A nossa liberdade é nossa maior cruz!

By

Para sermos livres precisamos abraçar a Cruz.

A nossa vida toda lutaremos para sermos livres e é assim que subiremos na Cruz. Sempre e sempre.

A luta pela liberdade tem a sensação de que não vamos conseguir mais, de novo não vai dar, dessa vez eu não vou aguentar, mas é ela que nos santificará e nos levará para o céu.

“Já que essas revelações eram extraordinárias, para eu não me encher de soberba, foi-me dado um aguilhão na carne – um anjo de Satanás para me espancar – a fim de que não me encha de soberba” (2 Cor 12, 7).

O ESPINHO NA CARNE

O espinho na nossa carne é a prisão, seja ela qual for. A flagelação da nossa alma são as prisões que nos rodeiam. Essa é a forma de nos santificar, é passando por isso que alcançaremos o céu, pois quando conseguirmos viver a plenitude do nosso carisma, nesse momento, viveremos o céu.

Quantas vezes nos deparamos com a soberba do nosso coração e nos sentimos presos? Quantas vezes nos deparamos com a preocupação da nossa imagem e nos sentimos presos? Quantas vezes com o cenário do nosso trabalho ou da nossa casa nos sentimos presos?

A PRISÃO DÓI EM NÓS

Tudo isso dói, pois isso corrompe diretamente nossa liberdade e consequentemente machuca nossa alma, nossa existência e nossa essência.

 Já sabemos como dói, Jesus depois das primeiras chicotadas também já sabia o quanto doía. Então quando a prisão chega, sabemos o quanto vai doer e me vem um pensamento: “Dessa vez não vai dar”

Suporto!

E me sinto abraçando uma cruz cheia de espinhos e não entendia o porquê a abraçava e não soltava. Hoje entendo: a liberdade é minha maior cruz. E pelo anseio da minha alma pela liberdade, vale mais suportar os espinhos e ganhar a liberdade do que não ter nenhum espinho, mas ter que suportar a prisão.

“Filhas de Jerusalém, não choreis por mim; chorai, antes, por vós mesmas e por vossos filhos” (Lc 23, 28b).

Chorai antes por nós que ainda estamos presos, muito presos. Jesus, mesmo a caminho da Cruz estava totalmente livre, mesmo preso com pregos em suas mãos e seus pés, Ele estava totalmente livre.

NÃO FUJA DA CRUZ

Quando algo estiver te convencendo que pode ser mais fácil, que não precisa de tudo isso, cuidado! O demônio tentou da mesma forma Jesus no deserto.

Pode ser mais fácil, tenha certeza disso, mas isso pode custar a nossa liberdade.

Jesus sabia que Ele podia transformar pedra em pão, sabia que podia ter toda aquela terra em seu poder, sabia que podia fugir da Cruz, mas também sabia que tudo isso custava sua liberdade.

Estejamos cientes de tudo isso, olhe para sua vida e veja que você pode escolher um lado mais fácil, como também pode escolher entre liberdade e escravidão.

Quando eu penso sobre os conflitos que tenho na minha vida, muitas vezes me sinto burra por abrir o meu desejo, falar o que quero de verdade e isso gerar conflitos. Porém, toda vez que estou em conflito, por mais que meu coração doa, me sinto em paz, porque me sinto livre.

E penso e se eu fizesse a vontade deles para evitar conflitos? Eles não brigariam comigo, mas isso seria mais pesado do que a própria Cruz.

Para encerrar, Jesus já falou por nós e para nós:

“Vinde a mim todos os que estais cansados sob o peso do vosso fardo e vos darei descanso. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para vossas almas, pois meu jugo é suave e meu fardo é leve” (Mt 12, 28-30).

Isso resume tudo! Enquanto tentarmos carregar o peso das coisas, querendo fugir da Cruz de Cristo achando que o outro lado é melhor, há menos sofrimento, estaremos sempre cansados, realmente não suportaremos.

No jugo do Senhor há liberdade e isso não quer dizer que ele não doa. Dói sim, fardo é fardo. Porém, mesmo com a dor, é leve e suave.

Somos crucificados para conseguir a liberdade. E a Cruz ninguém pode tirar de nós, só nós mesmos. Sejamos mansos e humildes de coração para recebê-la com todo amor.

A nossa liberdade é nossa maior Cruz, nunca se esqueça disso e continue.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.